Marcadores

Buscar no Site

Q


Quae ab initio sunt voluntatis ea post facto sunt necessitatis –
(Pronúncia: cué ab início súnt vpluntatis éa póst fáquito súm netchessitátis.) O que a princípio é de vontade, depois do fato se torna de necessidade.
Quae ad heredem sunt transmissibilia sunt etiam cessibilia –
(Pronúncia: cué ad héredem súm transmissíbília súnt eciam tchessibília.) O que é transmissível ao herdeiro, é também capaz de cessão.
Quae cernimus, scire affirmabimus –
(Pronúncia: cué cérnimus chíre afirmábimus.) Aquilo que vimos com nossos olhos, poderemos afirmar que sabemos.
Quae contra jus fiunt, debent utique, pro infectis habere –
(Pronúncia: cué cóntra iús fiént, débent útique inféquitis habére.) O que se faz contra o direito deve, certamente, ser tido por não feito.
Quaedam possum per me, quae per alium non possum –
(Pronúncia: quédan póssum per me, cué per álium non póssum.) O que posso fazer por mim nem sempre posso fazer por outros.
Quaedam res corporales sunt, quedam incorporales –
(Pronúncia: quédam rés corporáles súnt, qúedam incorporáles.) Algumas coisas são corpóreas, outras incorpóreas.
Quae de sunt advocatis partium, judex suppleat –
(Pronúncia: cué dê súnt adivocátis párcium, iúdex súppleat.) Supra o juiz o que falta aos advogados das partes.
Quae dubitationes tollendae causa, contractibus inseruntur, jus commune non laedunt –
(Pronúncia: cué dubitaciônes tollênde cáusa, contráquitibus inserúntur, iús cimmúne non lédunt.) O que se insere nos contratos, a fim de afastar as dúvidas, não lesa o direito comum.
Quae injuria impia et iniqua sunt, nullo tempore praescribuntur –
(Pronúncia: cué injúria ímpia inícua súnt, núllo têmpore prescribúntur.) O que é injúria ímpia e iníqua em tempo algum prescreve.
Quae pacto fieri non possunt, non admittunt praescriptionem –
(Pronúncia: cué páquito fiéri nón póssunt, non admítunt prescripicionem.) O que não pode ser feito por pacto, não admite prescrição.
Quae paribus in causis, paria jura desiderant –
(Pronúncia: cué páribus in cáusis, pária iúra desíderant.) As coisas iguais nas causas, devem ter direitos iguais.
Quae (res) nondum competit, extra bona nostra est –
(Pronúncia: cué (rés) nóndum compétit, équistra bóna nóstra ést.) O que ainda não está no nosso uso, está fora do nosso patrimônio.
Quae simulate geruntur, pro infectis habentur –
(Pronúncia: cué simuláte dgerúntur, pró inféquitis habéntur.) O que se faz simuladamente, tem-se por não feito.
Quaestio facti –
(Pronúncia: quéstio fáquiti.) Questão de fato.
Quaestio juris –
(Pronúncia: quéstio iúris.) Questão de direito.
Quaestio voluntatis –
(Pronúncia: quéstio voluntátis.) Questão de vontade.
Quae viva voce at jurato dicuntur fide digniora existimamus quam quae per scriptum –
(Pronúncia: cué víva at iuráto dicúntur fíde dinhóra euistimámus cuam cué per iscrípitum.) O que se diz de viva voz ou por juramento julgamos mais digno de fé do que por escritura.
Quale ingenium, talis oratio –
(Pronúncia: quále ingémium tális orácio.) Tal o caráter, tal o falar.
Qualem te invenio, talem te judico –
(Pronúncia: cuálem té invênio, tálem iudico.) Qual te acho, tal te julgo.
Quando est periculum in mora, incompetentia non attenditur –
(Pronúncia: cuândo ést perículum in móra, incopetência non attendítur.) Quando existe perigo na demora, não se atende a incompetência.
Quando verba sunt clara, non admittitur mentis interpretatio –
(Pronúncia: cuândo vérba súnt clára, non admíttitur méntis interpretácio.) Quando as palavras são claras, não se admite a interpretação da mente.
Quanti minoris –
(Pronúncia: cuânti minóris.) De menor valor.
Quantum –
(Pronúncia: cuântum.) Quantia; quantidade indeterminada.
Quantum libet –
(Pronúncia: cuântum líbet.) Quando deseje; à vontade.
Quantum satis –
(Pronúncia: cuântum sátis.) Quanto baste; a quantidade que for suficiente.
Quantum sufficit –
(Pronúncia: cuântum súfíchit.) Em quantidade suficiente.
Qua quisque actione agere volet, eam edere debet –
(Pronúncia: cua cuísque aquicione ágera vólet, éa édere débet.) Querendo alguém usar de uma ação, deve produzi-la.
Quasi ex contractu –
(Pronúncia: quázi équis contráquitu.) Obrigação decorrente de quase um contrato. Ou simplesmente; quasecontrato.
Quasi ex delicto/maleficio –
(Pronúncia: quázi équis/malefício.) Obrigação decorrente de um delito/de uma má ação; quase-delito.
Quasi possessio –
(Pronúncia: quázi possécio.) Quase-posse. Ou ainda: aposse de direitos.
Quem esse mercatores demonstrat pluralitas negotiorum –
(Pronúncia: cuém ésse mercatóres demônstrat pluralístas negociórum.) A pluralidade dos negócios demonstra quem são os comerciantes.
Questus intelligitur qui ex opera cuique descendit –
(Pronúncia: cuêstus intellígitur cuí équis ópera cuíque descxêndit.) Por lucro se entende o que provém do trabalho de cada um.
Qui accusare volunt, probationes habere debent –
(Pronúncia: cúi accusáre vólunt, probaciones habére débent.) Aqueles que querem acusar devem ter as provas.
Qui actum habet et iter habet –
(Pronúncia: cúi áquitum etíter hábet.) Quem tem o direito de conduzir, tem o caminho.
Qui alterius jure utitur, eodem jure uti debet –
(Pronúncia: cúi altérius iúre utítur, eódem iúre úti débet.) Quem usa do direito de outrem, deve usar do mesmo caminho.
Qui appellat, prior agit –
(Pronúncia: cúi apélat, prior ádgit.) Quem apela, age em primeiro lugar.
Qui cadit a syllaba, cadit a toto –
(Pronúncia: cúi cadíta sílaba, cádit a tóto.) Quem perde uma sílaba, perde o todo.
Qui commodum sentit et incommodum sentire debet –
(Pronúncia: cúi commódum séntit et incommódum débet.) Quem recebe a vantagem também deve receber a desvantagem.
Qui contra legem agit, nihil agit –
(Pronúncia: cúi cóntra lédgem ágit, níkil ágit.) Quem age contra a lei, nada faz.
Quid
(Pronúncia: cúid.) Alguma coisa; um quê.
Quid agendum? –
(Pronúncia: cúid agêndum?) Que fazer? (o que se deve fazer?).
Quidam –
(Pronúncia: cúidam.) Qualquer (algo indeterminado).
Qui de jure suo utitur, neminem injuriam facit –
(Pronúncia: cúi de iúre súo utítur, néminem iniúriam fáchít.) Quem usa de direito seu, a ninguém faz injúria.
Quid faciant leges ubi sola pecunia regnat?
(Pronúncia: cúid fáciant úbi sóla pecúnia rénhat?) De que valem as leis quando somente o dinheiro reina?
Quid inde?
(Pronúncia: cúid índe?) Que, daí? Qual a consequência disso? E depois?
Quid inde amice?
(Pronúncia: cúid índe amítche?) E agora amigo?
Quid juris?
(Pronúncia: cúid iúris?) Qual é o direito?
Quid novi?
(Pronúncia: cúid nóvi?) Que há de novo? (quais as novidades?).
Quid prodest?
(Pronúncia: cúid pródest?) Para que serve? (que utilidade tem?).
Qui habet aures audiendi, audiat –
(Pronúncia: cúi hábet áures audiêndi, áudiat.) Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.
Qui mandat solvi, ipse videtur solvere –
(Pronúncia: cúi mándat sólvi, ípisse vidétur sólvere.) Quem manda pagar é como se pagasse pessoalmente.
Qui medium vult, finem vult –
(Pronúncia: cúi médium vúlt, fínem vúlt.) Quem quer o meio, quer o fim.
Qui nescit, non possidet –
(Pronúncia: Cúi néxit, non possidét.) Quem ignora, não possui.
Qui nimis probat, nihil probat –
(Pronúncia: cúi nímis próbat, níkil próbat.) Quem (aquele que) prova demais, nada prova.
Qui peccat ebrius, luat sobrius –
(Pronúncia: cúi péccat ébrius, lúat sóbrius.) Quem cometeu uma falta embriagado, pague-a quando sóbrio.
Qui potest maius, potest et minus –
(Pronúncia: cúi pótest máius, pótest et mínus.) Quem pode mais, pode também o menos.
Qui pro quo –
(Pronúncia: qui pro quó.) Confusão; imbróglio.
Qui, quae, quod –
(Pronúncia: cúi, cué, cuód.) Que, o qual.
Qui scribit, bis legit –
(Pronúncia: cúi iscríbit, bís légit.) Quem escreve, lê duas vêzes.
Qui solvit, liberatur obligatione –
(Pronúncia: cúi sólvit, liberátur obligacione.) Quem paga, libera-se da obrigação.
Qui tacet, consentire videtur –
(Pronúncia: cúi tátche consentíre vidétur.) Quem cala, parece consentir (quem cala, consente).
Quis custodiet custodes? –
(Pronúncia: cúis custódiet custódes ?) Quem guardará os guardas?
Quod ab initio vitiosum est, non potest tractu temporis convalescere –
(Pronúncia: cúod ab início visiósum ést, non pótest tráquitu têmporis convaléschere.) O que é viciado desde o (seu) início não pode convalescer pelo transcurso do tempo.
Quod contra leges fit, pro infecto habetur –
(Pronúncia: cuód cóntra léges fít, pró inféquito habétur.) O que se faz contra as leis, tem-se por não feito.
Quod defunctus habuit –
(Pronúncia: cuód defúnktus hábuit.) Todos os bens (direitos e patrimônio) que o defunto possui.
Quod erat demonstrandum –
(Pronúncia: cuód érat demonstrândum.) Era o que se tinha de demonstrar.
Quod ignoratur, ratificari non potest –
(Pronúncia: cuód iguinorântur, ratifivári non pótest.) Não se pode ratificar o que se ignora.
Quod nullum est, nullum producit effectum –
(Pronúncia: cuód núllum ést, núllum próduchit efáctum.) O que é nulo nenhum efeito produz.
Quod spiritus producit –
(Pronúncia: cuód prodúcit.) Que o espírito produz.
QUod ignoratur, ratificari non potest –
Quot capita, tot sententiae
Quorum –
(Pronúncia: cuórum.) Quantos (número de pessoas que participam de uma reunião ou assembleia).
Quota litis –
(Pronúncia: cuóta lítis.) Quota por litígio.
Quot capita, tot sententiae –
(Pronúncia: cuód cápita, tót sentêncie.) Quantas cabeças, tantas sentenças.